Sem ser carne nem pescado, sou dentro de água nascido

Sem ser carne nem pescado, sou dentro de água nascido, e, se depois de criado, for a minha mãe tornado, serei logo consumido. E sem tanger nem cantar, a todos dou tanto gosto que sem mim não há gostar, mas escondido hei-de andar em outro trajo descomposto.