Sou ave, penas não tenho, capa de ovelhas me cobre;
sou criada numa árvore, coitadinha, sou tão pobre.
Adivinha!