Sou escultor arquitecto, com primor tão singular, que as obras da natureza

Sou escultor arquitecto, com primor tão singular, que as obras da natureza sei fielmente imitar. A muitos que me consultam, sem lisonja e sem engano, o bem e o mal lhes declaro, sem causar ofensa ou dano. Emendo quanto se emenda e sou tão desinteressado, que de tudo que me oferecem nada deixo arrecadado.